Bem-vindo à BOL. O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Para ver uma lista completa das empresas que usam estes cookies e outras tecnologias e nos informar se podem ou não ser utilizadas no seu dispositivo, aceda à nossa página de política de cookies.

Concordo
Distrito Sala
Detalhe Evento
MISTERMAN

MISTERMAN

Teatro & Arte | Teatro

TAGV

Outros Espaços
Classificação Etária
Maiores de 16 anos
Bilhete Pago
A partir dos 3 anos
2016
fev
19
Realizado

Duração

65 minutos

Intervalo

Sem Intervalo.

Promotor

Universidade de Coimbra // Teatro Académico de Gil Vicente

Sinopse

Um homem/menino vive numa aldeia fictícia, Inishfree, ou uma aldeia real vive num menino/homem de 33 anos, Thomas. A mania e o fervor religioso obrigam-no a sair todos os dias de casa, munido de uma agenda, para inspecionar o comportamento dos habitantes da aldeia e o cumprimento dos valores morais e éticos. Tem a convicção de que se trabalhar muito poderá erradicar o pecado, resgatar os seus compatriotas, salvar o mundo e sentar-se ao lado de Deus: "Eu e Deus, a sorrir e olhar para baixo, para toda a minha boa obra, vai ser um lugar tão bonito! " Vive só com uma mãe incapacitada e assume a liderança da casa desde que o pai morreu. A determinação em controlar tudo mais não é do que uma tentativa vã de controlar um espaço mais amplo, impalpável, inatingível, enigmático, traiçoeiro: o da sua mente. Um espaço onde os sons e imagens são distorcidos, a realidade e imaginação estão profundamente entrelaçadas, a fronteira entre o bem e o mal, a crença e a obsessão é demasiado ténue. Desde a trágica morte de Edel, encontra-se escondido num depósito abandonado no campo. Só, fechado, marginalizado, vive num espaço insalubre, com alguns objetos indispensáveis: a farda do pai e gravadores antigos de fita magnética. Há uma atmosfera de violência iminente e constante contra um mundo que perdeu quase tudo e que não o entende, violência contra um homem com falta de respostas e que não entende o mundo que o rodeia.

Ficha Artística

Autoria Enda Walsh
Tradução Nuno Ventura Barbosa
Encenação e Interpretação Elmano Sancho/Prémio Melhor Ator/SPA 2014
Cenografia e Figurinos Rita Lopes Alves
Desenho de luz Alexandre Coelho
Espaço sonoro Pedro Costa
Assistente de encenação Luciana Ribeiro
Vozes Andreia Bento, António Simão, Filipa Duarte, João Meireles, Jorge Silva Melo, Luciana Ribeiro, Mirró Pereira, Mónica Cunha, Nuno Miranda e Pedro Carraca
Coprodução Culturproject e Artistas Unidos
Projecto Apoiado pela DGArtes

Pontos de Referência

Praça da República

-
Partilhar

Serviços Adicionais

Veja ainda: