Bem-vindo à BOL. O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Para ver uma lista completa das empresas que usam estes cookies e outras tecnologias e nos informar se podem ou não ser utilizadas no seu dispositivo, aceda à nossa página de política de cookies.

Concordo
Distrito Sala
Detalhe Evento
Birds Are Indie > Let’s pretend the world has stopped

Birds Are Indie > Let’s pretend the world has stopped

Música & Festivais | Música

TAGV

Outros Espaços
Classificação Etária
Maiores de 6 anos
Bilhete Pago
A partir dos 3 anos
2016
mai
28
Realizado

Duração

60 minutos

Intervalo

Sem Intervalo.

Promotor

Universidade de Coimbra // Teatro Académico de Gil Vicente

Sinopse

Let’s pretend the world has stopped, o novo disco do trio conimbricense Birds Are Indie, é já o seu terceiro longa-duração, a somar a alguns EPs que foram editando desde 2010. Numa altura em que o presente se parece tornar obsoleto tão rapidamente, este é um álbum sobre a vontade de parar o Mundo e ver o que acontece… às dúvidas e às certezas, ao amor e à solidão, à calma e à urgência. Editado em formato digital, CD e vinyl, a composição, gravação, mistura, masterização e o artwork foram totalmente feitos pela banda, à sua maneira, de forma independente. Por isso, ouvir este disco e vê-lo em palco é como receber a Joana, o Jerónimo e o Henrique em casa. Se já os conhecem, convidem-nos a entrar com um sorriso, se não, não os deixem ficar à porta.

Ficha Artística

Voz, Guitarra, Percussão Ricardo Jerónimo
Voz, Teclados, Percussão, Kazoo Joana Corker
Guitarra Eléctrica, Percussão, Metalofone Henrique Toscano
Fotografia Francisca Moreira e Joana Corker

Informações Adicionais

Birds Are Indie nasceram em Coimbra, entre Ricardo Jerónimo e Joana Corker, que se apaixonaram há 18 anos e aos quais se juntou Henrique Toscano, um amigo de longa data. Depois de alguns EPs, um tema do disco How Music Fits Our Silence foi incluído nos Novos Talentos FNAC 2012. Sendo uma banda independente, tem-se afirmado junto do público e da crítica, contando com uma discografia assinalável, em vários formatos, onde se incluem ainda Love Is Not Enough (2014) e o mais recente Let’s Pretend The World Has Stopped (2016). Já tocaram por todo o país e um pouco por Espanha, mas continuam a ser um projeto absolutamente descomprometido e nada virtuoso, onde o mais importante persiste, ainda: o amor e uma pop íntima e sincera, baseada em canções que umas vezes nascem alegres e outras vezes tristes, consoante ditam os dias.

Pontos de Referência

Praça da República

-
Partilhar

Serviços Adicionais

Veja ainda:

Benjamim - Vias de Extinção

Música & Festivais | Música

TAGV

Auditório